Acesso para clientes
ok
Busca:
ok

Livros

Dicionário de Coletivos

Autor: Osmar Barbosa
Editado por Thesaurus Editora
Dicionário de ColetivosDá a Gramática à classificação de coletivo ao substantivo que, no singular, designa várias pessoas, animais ou coisas: povo, manada, arvoredo.

Há coletivos que designam um todo, como exército, povo etc. Outros indicam apenas uma parte organizada de um todo, como batalhão, pessoal (parte dos coletivos gerais exército, povo).

Há os coletivos específicos, aqueles que assinalam um grupo de seres de determinada espécie: arvoredo (de árvores), boiada (de bois), ciganada (de ciganos). Outros, porém, podem ser aplicados a seres de diversas espécies, como bando (bando de andorinhas, bando de estudantes, bando de salteadores); multidão (multidão de pessoas, multidão de coisas); turma (turma de estudantes, turma de médicos, turma de trabalhadores).

São incluídos ainda entre os coletivos os nomes de corporações sociais, culturais e religiosas, como academia, assembléia, congresso, conclave, consistório, sinagoga.

Também os substantivos que têm estreita relação com os numerais: centenário, década, dezena, dúzia, milheiro, milênio, novena etc.

Há coletivos reais que se tornam metafóricos, como rebanho (de carneiros, caras, ovelhas) e, figuradamente: os paroquianos; grupo de pessoas que se deixam guiar ao capricho de alguém.

Gente é coletivo quando sinônimo de povo, de habitantes. Ex: "A gente aquele lugar é muito hospitaleira". Obviamente, deixa de sê-lo quando é sinônimo de pessoas "Ele é gente de confiança.".

Alguns dos sentidos figurativos apresentam casos de metonímia: apiário e serpentária, por exemplo, indicados respectivamente como coletivos de abelhas e serpentes, o continente no lugar do conteúdo, pois, no sentido real, apiário é o estabelecimento de criação de abelhas; serpentário, o lugar onde se criam cobras para estudos, nos institutos científicos.
Muitos são os vocábulos que neste livro estão apenas citados coma seus sinônimos como coletivos, de acordo como objetivo da obra.

Acrescentamos um índice remissivo, que facilitará ao leitor encontrar os coletivos de certos nomes.

Mais uma vez, no vasto campo da língua portuguesa, procuramos satisfazer a todos aqueles que a estudam com interesse e dedicação, apresentando lhes um dicionário ainda inédito em nosso país.

Editado por Thesaurus, 1ª edição, 1992, 120 páginas.

Livros relacionados

Pequeno Dicionária Crítico.

Jorge Arantes

R$ 123,00
Saiba maisSaiba mais

carrinhoSeu Carrinho

Seu carrinho está vazio

AjudaFormas de pagamento


Cadastre-seFique por dentro

Cadastre seu e-mail para receber as promoções e lançamentos da Thesaurus
Nome:

Endereço de e-mail:

ok



© Copyright 1999-2014 Thesaurus Editora de Brasília - Fone: (61) 3344-3738 - Fax: (61) 3344-2353 - E-mail: sac@thesaurus.com.br